Minha foto
Advogado com atuação exclusiva na área de direito médico e da saúde. Especialista em Responsabilidade Civil na Área da Saúde pela FGV-SP. Pós-graduado em Direito Médico e da Saúde. Coordenador do curso de Pós-graduação em Direito Médico da Escola Paulista de Direito (EPD). Presidente da Comissão de Direito Odontológico e da Saúde da OAB-Santana/SP. Docente convidado dos cursos de Especialização em Odontologia Legal da FORP-USP (Ribeirão Preto/SP), da ABO-GO (Goiânia), da ABO-RS (Porto Alegre) e da FO-USP (São Paulo/SP). Docente convidado da FUNDECTO no curso de Perícias e Assessorias Técnicas em Odontologia. Docente convidado do curso de Bioética e Biodireito do HCor. Docente convidado de cursos de Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde (Einstein, Inspirar e UNISA). Especialista em Seguro de Responsabilidade Civil Profissional para Médico, Cirurgião-dentista, Hospital e Laboratório. Autor da obra: "COMENTÁRIOS AO CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA - Resolução CFM nº 1.931/2009". Mestrando em Odontologia Legal e Deontologia pela UNICAMP (FOP).

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Cremesp realizará 12ª edição da prova em 16 de outubro

Médicos recém-formados têm até o dia 20 de setembro para realizar inscrição gratuita – pela internet – para o Exame do Cremesp 2016, de acordo com edital publicado no Diário Oficial do Estado, no dia 19 de agosto. A prova está prevista para o dia 16 de outubro (domingo), com duração de cinco horas, nas cidades de São Paulo, Botucatu, Campinas, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São Carlos, São José do Rio Preto e Taubaté.

Para participar do exame, é necessário que os candidatos estejam cursando faculdade de Medicina reconhecida pelo MEC, inclusive de outros Estados. Os candidatos deverão acessar o site www.concursosfcc.com.br; preencher o formulário de inscrição, indicando a cidade na qual pretende rea­lizar a prova; transmitir os dados pela internet; e enviar o documento comprobatório da situação de formando ou recém-formado, no respectivo link.

O Exame é composto de 120 questões básicas da Medicina. Serão considerados habilitados os formandos ou recém-formados que acertarem, pelo menos, 60% das questões da prova objetiva. Os resultados individuais são confidenciais, revelados única e exclusivamente aos participantes.

O mau desempenho ou eventual reprovação não serão impeditivos para o registro, que é um direito legalmente estabelecido de todos os médicos portadores de diploma de graduação. No entanto, diversas instituições públicas e privadas de ensino e de saúde do Estado de São Paulo já reconhecem a participação no Exame do Cremesp como instrumento de avaliação da qualidade de ensino médico, e passaram a adotá-lo como critério para programas de Residência ou postos de trabalho.

Formando de Medicina de anos anteriores podem participar da prova de 2016

Os egressos dos cursos de Medicina de 2014 e 2015 que pretendem melhorar seu desempenho na prova que realizaram, poderão participar do Exame do Cremesp 2016. Da mesma forma, aqueles que, por alguma razão, não a tenha realizado no respectivo período, também poderão fazer a prova, bastando inscrever-se até o dia 30 de setembro.

Médicos de Rondônia farão prova no mesmo dia de SP

O Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia (Cremero) aplicará a avaliação para os profissionais recém-formados na mesma data que o Cremesp, em 16 de outubro. As inscrições online gratuitas também podem ser feitas no portal da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br). O exame é facultativo e seguirá os mesmos critérios e metodologias de São Paulo.

Para Cleiton Bach, presidente do Cremero, a prova visa melhorar a qualidade da formação do médico. “Espero que os acadêmicos compareçam. Explicamos a importância da prova, que não tem como objetivo expor o professor nem a faculdade, mas avaliar a qualidade do ensino das escolas médicas”, explica.

Fonte: CREMESP