Minha foto
Advogado com atuação exclusiva na área de direito médico e da saúde. Especialista em Responsabilidade Civil na Área da Saúde pela FGV-SP. Pós-graduado em Direito Médico e da Saúde. Coordenador do curso de Pós-graduação em Direito Médico da Escola Paulista de Direito (EPD). Presidente da Comissão de Direito Odontológico e da Saúde da OAB-Santana/SP. Docente convidado dos cursos de Especialização em Odontologia Legal da FORP-USP (Ribeirão Preto/SP), da ABO-GO (Goiânia), da ABO-RS (Porto Alegre) e da FO-USP (São Paulo/SP). Docente convidado da FUNDECTO no curso de Perícias e Assessorias Técnicas em Odontologia. Docente convidado do curso de Bioética e Biodireito do HCor. Docente convidado de cursos de Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde (Einstein, Inspirar e UNISA). Especialista em Seguro de Responsabilidade Civil Profissional para Médico, Cirurgião-dentista, Hospital e Laboratório. Autor da obra: "COMENTÁRIOS AO CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA - Resolução CFM nº 1.931/2009". Mestrando em Odontologia Legal e Deontologia pela UNICAMP (FOP).

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Em 2015, meio milhão de brasileiras passaram por aborto ilegal, diz estudo

Pesquisa que acaba de ser divulgada ouviu 2.000 mulheres, entre 18 e 39 anos, nas áreas urbanas do país.

A pergunta é delicada, e a resposta, dura.

Você ou alguém da sua família já fez um aborto clandestino?

Segundo uma pesquisa que acaba de ser divulgada, provavelmente sim.

A pesquisa ouviu 2.000 mulheres, entre 18 e 39 anos, nas áreas urbanas do país.

E os números são alarmantes. Só no ano passado, meio milhão de brasileiras passaram por um aborto ilegal.

Fonte: Globo.com